Cuidado com os [não]blogs que você lê na Internet!!!

 

Os blogs têm sido algo cada vez mais usual em portais jornalísticos, como o ClicRBSG1Folha Online, etc. O julgamento das células-tronco no STF ocupou a mídia digital na tarde desta quarta-feira(5) e uma cobertura em especial me chamou a atenção do uso do termo blog.

cobertura a que me refiro é a do portal G1 que mantém uma seção intitulada de Blog ao vivo e que passou a tarde sendo atualizada com informações do julgamento no STF. A minha preocupação é se esse espaço do G1 pode ser considerado um blog. O espaço parece mais uma cobertura online, com notas rápidas de um acontecimento em que seu grande diferencial é a possibilidade dos leitores comentarem.

Preocupa-me porque vejo muito mais do que essa possibilidade num blog. Acredito que o principal diferencial de um blog é a liberdade de expressão permitida a qualquer sujeito, sem vínculos a interesses e linhas editoriais que qualquer veículo de comunicação possua. Não julgo as linhas editorias, pois penso que os veículos as devem possuir e, ainda, deveriam ser mais fortes nos seus pontos de vista. Acho que uma imprensa opinativa que por sua vez se torna interpretativa é muito mais fiel à informação do que uma simplesmente informativa. No entanto, cada um tem seu papel e essa cobertura feita pelo G1, esse espaço denominado de blog, não passa de uma estratégia de marketing, já que o termo parece estar em alta na Web, por tantos considerarem que os autores autônomos têm mais isenção com a verdade, por mais que interesses pessoais estejam atrelados à informação.

O meu medo é que o termo blog acabe como o interativo, como o Alex Primo expõe em seu livro da sua banalização, desde que a publicidade passou a utilizá-lo para criar slogans para os produtos, que seriam mais interativos.

No ano passado, houve uma grande discussão na blogosfera a respeito de uma campanha do Estadão que criticava a credibilidade dos autores de blogs e, agora, vejo que tomaram tal proporção que toda a mídia passa a utilizá-los para não perder espaço. Tanto que utilizam o termo para denominar seções de seus portais que nada tem a ver com um blog.

Então, seguindo a mesma linha da campanha do Estadão que dizia para ter “cuidado com o que você lê na Internet”, ao questionar se os autores dos blogs eram críveis, alerto:

Cuidado com os [não]blogs que você lê na Internet!!!

0 Responses to “Cuidado com os [não]blogs que você lê na Internet!!!”



  1. Deixe um comentário

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




.:del.icio.us

Creative Commons License
Blog Web Research by Gilberto Consoni is licensed under a Creative Commons.

.:visits since 11fev08

  • 142,222

%d blogueiros gostam disto: