Microsoft se rende ao open source

A Microsoft, depois de mais uma tentativa de comprar a Yahoo, parece tomar atitudes desesperadas para não continuar perdendo mercado no setor de desenvolvimento de sistemas. A empresa parece se render ao open source e anuncia que irá liberar o código fonte de alguns programas, como o Windows Vista e  Office.

O mais legal é que eles prometem não processar os programadores que desenvolverem seus códigos e os distribuírem sem fins comerciais.

Mas, como esses caras da Microsoft são legais, não? Deixam todo mundo desenvolver seu produto, mas só eles podem explorar isso comercialmente. Isso está me parecendo uma política open source de via única, se é que existe tal possibilidade. Não que eu ache que os programadores possam se apropriar do código e vender os seus avanços. Mas, daí vir a desenvolver sistemas para que a própria Microsoft venha a cobrar dele mesmo pelo sistema aprimorado no futuro me parece um tanto impróprio.

Como é de conhecimento da maioria, a Microsoft passou anos entregando produtos com problemas para depois continuar vendendo seus updates. Sem demagogia, sei que as empresas precisam faturar, mas a política da Microsoft em relação aos seus clientes nunca foi muito diferente do que uma simples transação (exploração) comercial. Agora, esperam contar com os hackers da rede para a ajudar desenvolver seus sistemas?

Lembro de estudar que esse conceito de open source foi o que possibilitou a rede como ela é hoje. O próprio trabalho do Tim Benners-Lee, que deu origem à Web, foi iniciado muito antes por diversos hackers distribuídos pelo mundo.

Mas, a política adotada por todos aqueles programadores que construíram a Internet era algo mútuo de diversas pessoas, instituições e até mesmo empresas. No caso da Microsoft, estamos falando do desenvolvimento dos softwares de uma única empresa e, por isso, pode ser que ela enfrente problemas para conseguir tais colaboradores.

No entanto, não podemos negar o poder que a empresa tem no mundo. Já que a grande maioria é adepta ao Windows e, talvez, por isso pode ser que ele obtenham sucesso em conquistar desenvolvedores que buscam por um status na rede.

Porém, tudo isso é suposição.

O fato é que a Microsoft lança mais uma carta para ver se continua respirando.

.: Video Highlights from the Press Conference

3 Responses to “Microsoft se rende ao open source”


  1. 1 mc quinta-feira, fevereiro 21, 2008 às 9:24 PM

    bah! eu ia fazer um post sobre essa “atitude desesperada” da microsoft, mas vou linkar o teu hehehehe

    se eu mexesse com programação eu ia boicotar isso. não ia contribuir porcaria nenhuma, só de raiva desses imbecis!!!

  2. 2 Raquel quinta-feira, fevereiro 21, 2008 às 11:04 PM

    hahahahaha
    Achei o máximo a notícia. Só quero ver o que acontece daqui pra diante.


  1. 1 darth quer colaborar. quem topa? « outro blog de pesquisa Trackback em quinta-feira, fevereiro 21, 2008 às 9:37 PM

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




.:del.icio.us

Creative Commons License
Blog Web Research by Gilberto Consoni is licensed under a Creative Commons.

.:visits since 11fev08

  • 142,222

%d blogueiros gostam disto: